Pular para o conteúdo principal

Realização do Miss Brasil 2020 é incerto

Fonte: Gaúchazh

Miss Brasil pode não ser realizado em 2020 por falta de acordo entre Polishop e Band

Em processo de renegociação, a Polishop e a Band podem não renovar a parceria para a realização dos próximos concursos para escolha da Miss Brasil. Segundo fontes próximas às empresas, até o momento, não há um acordo entre as partes, e há muitas chances de ele não acontecer.

Caso a parceria não siga, o concurso, que leva uma brasileira à disputa do Miss Universo, dependeria do interesse de outra empresa para acontecer em 2020. Atualmente, a Band é a detentora do direito da franquia do Miss Universo no Brasil.

As empresas firmaram, em 2014, um contrato de cinco anos, renováveis por mais cinco. Desde então, o certame adotou a alcunha de Miss Brasil Be Emotion, para promover a linha de cosméticos da Polishop.




Em entrevista exclusiva à Folha, em março deste ano, o dono da rede de varejo, João Appolinário, afirmou que a empresa tinha interesse na renovação e que investiu R$ 35 milhões na disputa. 

"Conseguimos melhorar a imagem do concurso, que voltou a ter o glamour de antes, além de alcançar a exposição esperada da marca Be Emotion. A renovação deve começar a ser discutida com a Band agora, depois de concluirmos o evento da final. Mas, a princípio, do nosso lado deve se renovar sim", disse o empresário na ocasião.

A Polishop teria investido de R$ 6 milhões a R$ 8 milhões por ano no concurso, de acordo com Appolinário na época. Só com o evento da final deste ano e suas etapas, foram gastos entre R$ 3 milhões e R$ 4 milhões. 

Cinco misses foram eleitas para o posto durante o período. A jornalista e influenciadora digital mineira Júlia Horta, 24, é a atual detentora da coroa, e conquistou o título em março deste ano, durante a 65ª edição do Miss Brasil. Firme, segura e desembaraçada, Horta conquistou o júri e o público com discurso feminista, politizado e social. 

Júlia Horta - MB 2019


As outras vencedoras da "era Polishop" são a amazonense Mayra Dias (2018), a piauiense Monalysa Alcântara (2017), a paranaense Raíssa Santana (2016) e a gaúcha Marthina Brandt (2015).

DESAFIOS DA ERA POLISHOP

A Polishop encontrou muitos desafios na realização do evento. Entre eles estavam a lisura de cada etapa e monetizar os eventos. Entre as mudanças, a final do Miss Brasil passou a ser realizada em uma das convenções nacionais de vendedores e associados da Polishop, para aproveitar a estrutura e, de certa forma, economizar.

Chamada de "era Polishop" pelos especialistas do setor, as disputas comandadas pela empresa, inclusive a deste ano, não tiveram venda de ingressos para o público e contaram apenas com a "turma do João" na plateia: um público estimado em 15 mil pessoas, que se empolga e torce pelas conterrâneas que desfilam.

Com 3.500 funcionários diretos e mais de 200 mil vendas por mês, a Polishop foi fundada no ano 2000 e atualmente é a maior empresa multicanal do mundo e opera por meio de uma grande rede de comunicação, distribuição e vendas, que incluem quase 300 lojas físicas, e-commerce, TV, catálogo de produtos e contact center.

Comentários

Top 5 de acessos

Nota de falecimento: Rejane Vieira da Costa (Goulart) - Miss Brasil 1972

Hoje o Mundo Miss está de luto. Infelizmente pela manhã recebi, através do grupo do Voy Miss Brasil On Board no Facebook, a notícia do falecimento da MISS BRASIL 1972 - Rejane Vieira (Goulart era seu sobrenome artístico). Confesso que relutei em acreditar que uma das minhas misses  Brasil preferidas tinha partido tão cedo (59 anos) e resolvi esperar uma confirmação oficial para então escrever um post, que veio pelo site oficial do MISS BRASIL. O motivo do falecimento foi um AVC (Acidente Vascular Cerebral) ocorrido durante o período de recuperação de uma cirurgia feita em decorrência de uma trombose. Rejane Vieira era uma unanimidade no Mundo Miss no Brasil, uma das misses mais queridas pela sua impactante beleza e simpatia com os fãs. No MISS UNIVERSO 1972 ela conquistou o 2° lugar, e não vou afirmar que foi injusto pois a australiana Kerry Wells também era uma lindíssima.  A gaúcha  atuou como atriz e participou de algumas novelas de sucesso como Ti Ti Ti (1985), Mandala (1988), Fe…

Obrigado Kamilla Salgado!

Hoje chega ao fim o reinado da Miss Mundo Brasil 2010, a paraense Kamilla Salgado. Considero ela a melhor da "era Henrique Fontes"(iniciada em 2006), pois além de ser belíssima fisicamente, possui carisma, simpatia e inteligência, algo raro de se encontrar em uma mesma pessoa nos dias atuais. No Miss Mundo 2010 Kamilla chegou como uma das favoritas, alcançando a 1a. posição em várias casas de apostas inglesas, mas infelizmente não obteve classificação. Na minha opinião a preparação de Kamila na Venezuela semanas antes do concurso teve um efeito negativo, pois eliminou a naturalidade e o frescor de sua beleza em prol de imagem caricata conhecida no Mundo Miss como "latina over", que é sucesso no Miss Universo, mas não tem o mesmo efeito no Miss Mundo, que prefere o perfil "princesa européia", com raríssimas excessões. De volta ao Brasil, Kamilla fez alguns editoriais de moda, divulgou a marca "Miss Mundo Brasil" e tornou-se apresentadora de TV na c…

Renata Fan, Miss Brasil 1999, faz 34 anos e recebe homenagem

A apresentadora do "Jogo Aberto", Renata Fan completou 34 anos nesta terça-feira, dia 5 de julho, e foi surpreendida pela produção no meio do programa com presente e bolo. Feliz com a surpresa, Renata fez questão de agradecer toda a equipe.

“Muito obrigada. Eu queria mostrar as pessoas que são tão importantes ou até mais importantes que eu nesse programa. Não aparecem no vídeo, mas fazem meu dia a dia, me ajudam, apoiam. São pessoas que eu aprendi a admirar e a respeitar. Às vezes a gente briga, faz as pazes, mas eu amo vocês. Muito obrigada por tudo”, disse a apresentadora.

Parabéns Renata Fan pelo seu aniversário e por sempre valorizar os títulos de miss que conquistou!

Veja o vídeo da homenagem no link abaixo:
http://www.band.com.br/esporte/gente/noticia/?id=100000442576



Há 50 anos Ieda Maria Vargas era coroada Miss Universo 1963

Hoje é um dia muito especial para nós brasileiros que acompanham o Mundo Miss. Há 50 anos a gaúcha Ieda Maria Vargas conquistava para o Brasil o seu primeiro título de MISS UNIVERSO. Em 20 de julho de 1963, em Miami-EUA, Ieda desbancou 49 candidatas e colocou o país na posição de potência da beleza, pois o mesmo já havia figurado no top 05 em anos anteriores. Ao retornar ao Brasil  a MISS UNIVERSO 1963 foi ovacionada em tornou-se uma referência de beleza e elegância para as brasileiras. Até hoje é reverenciada no Rio Grande do Sul. Atualmente Ieda vive na cidade de Gramado-RS, onde está sendo homenageada com uma exposição sobre sua trajetória como miss. Parabéns a Ieda Maria Vargas e ao Brasil pelo aniversário de 50 anos dessa importante conquista.



Miss São Paulo 2016: Marcela Melo representa Divinolândia na seletiva estadual

A belíssima Marcela Melo é a representante de Divinolândia na seletiva do Miss São Paulo 2016. Se passar para a etapa final, será uma forte candidata ao título. Boa sorte!