Andreia Muhitu - Miss Supranational Angola 2018 - irá lutar contra a discriminação aos albinos em seu país

Fonte: Global Beauties

Angola marca a história com a eleição da Miss Supranational Angola 2018

Andreia Muhitu - MSA 2018

Andreia Muhitu, de 22 anos, foi coroada Miss Supranational Angola 2018 na semana passada. Sua vitória fez história em por  ela ser a primeira mulher com Albinismo a ganhar um concurso de beleza em seu país. Muhitu vem da região do Cuando Cubango . Apesar de receber muito apoio, alguns comentários negativos de fãs questionando sua beleza (em sua foto oficial) foram postados e Muhitu respondeu:

“Aparências enganam. Eu gosto da foto, sou eu! Eu tenho estrabismo, as pessoas têm estrabismo. E estou na foto, e adorei. Eu não serei a primeira modelo de olhos cruzados do mundo. Você tem direito à sua opinião, e eu tenho direito a minha e a minha diz tudo ... Eu não concorreria se não acreditasse que poderia ganhar. ”




Durante uma entrevista na televisão nacional, ela se descreveu como uma pessoa forte que está pronta para enfrentar todos os comentários negativos que virão em seu caminho. Ela prometeu que, durante seu reinado, vai trabalhar em uma campanha contra a discriminação que os albinos sofrem nas comunidades onde se encontram. Ela falou sobre os maus-tratos que algumas pessoas com albinismo têm que suportar, uma prática que ela considera muito negativa e desumana.

"Eu fui discriminada na minha vida. É por isso que é essa a causa que defenderei no meu país. As pessoas não devem ser condenadas pelo seu tom de pele ou sexo, e peço às pessoas que mudem seu comportamento para que possamos ter uma melhor convivência social baseada no respeito pela diferença ”.



Muhitu viajará para a Polônia em dezembro para competir na 10ª edição do Miss Supranational. De acordo com nosso conhecimento, ela será a primeira mulher com albinismo a competir em um grande concurso internacional.



Opinião do GB: Parabéns a essa jovem corajosa por não se deixar definir pelos estereótipos que as pessoas têm. O albinismo e o estrabismo são realidades da vida. Sabemos que ela receberá muito apoio, mas também muitos comentários negativos, e esperamos que ela encontre coragem e força para continuar sua jornada ao se tornar um exemplo para muitas pessoas que precisam de um modelo como ela. Bravo Andreia

Opinião do blog:

Fico feliz em ver que todas as cores, gêneros e características estão, aos poucos,  sendo representados nos concursos de miss. 
Notícias como essa ainda mantém a minha esperança na humanidade.
Parabéns Andreia Muhitu! 

Comentários

Postagens recentes