Pular para o conteúdo principal

Julia Gama - Miss Brasil Mundo 2014 - é estrela de filme chinês

A brasileira estreia no cinema com o longa "Tatuagem Invisível"

Fonte: Concurso Nacional de Beleza (CNB)

Após ter sido eleita "A Mais Bela Gaúcha" (Miss Rio Grande do Sul CNB) em 2014, Julia Gama foi protagonista em uma disputa acirrada pelo título de Miss Brasil Mundo em evento realizado em Florianópolis, deixando em segundo lugar após empate na votação, a também atriz Vitória Strada (Tempo de Amar, Rede Globo). Julia foi uma das 10 semifinalistas no Miss Mundo, disputado em Londres, e venceu a prova Beleza Pelo Bem (Beauty With a Purpose) com projeto social realizado no Jardim Gramacho, no Rio de Janeiro. Após quase 3 anos trabalhando como modelo na China, Julia acaba de dar um grande passo na sua carreira artística: ela é uma das estrelas do filme “Tatuagem Invisível”, mega produção do cinema chinês que estreia no país asiático em junho.
Julia Gama com o figurino usado no filme

“Minha personagem é Xianghong, uma feminista que em 1935 era a principal artista de um grande circo. Enquanto o circo viaja pelo mundo, ela tem uma forma muito original de registrar suas experiências e aventuras”, adianta Julia.

“É uma personagem apaixonada e apaixonante! As gravações foram incríveis”.Na trama, Gama é uma estrangeira que chega na China e se apaixona por AChang, personagem do famoso ator Wen Zhou.  Eles passam a viver juntos, o que desperta ciúmes na filha de AChang e no dono do circo, vivido pelo consagrado ator francês David Belle. A produção é repleta de ação e muita emoção, com uma fusão do Kung Fu chinês e do Parkour. Críticas sociais também estão presentes no enredo.
Cenas do filme

Para chegar ao papel, Julia passou por um casting que a princípio não deveria ter falas.  “Eu não deveria abrir a boca, mas resolvi arriscar e preparei um monólogo em inglês. O diretor poderia amar ou odiar. Para a minha sorte, ele gostou da minha ousadia e fui aprovada”, revela a atriz.
O que veio em seguida foi um desafio ainda maior: “Ele então me passou o roteiro, minhas cenas, e solicitou que eu criasse minhas próprias falas. Detalhe: em chinês e italiano!”.
Sem dominar estes idiomas, Julia contou com a ajuda de uma Miss Itália Mundo e de uma amiga chinesa. “Além de traduzirem as falas, elas me gravaram áudios para que eu pudesse aprender a pronúncio correta”.
No set de gravação, os idiomas chinês e francês eram os oficiais, o que forçou o uso de aplicativos para a comunicação entre todos. “Tudo precisava estar sempre muito claro, sem lugar para erros. Foi uma loucura”, conta Julia com entusiasmo.
Ela diz também que trabalhar com atores de renome deixou de ser uma preocupação no momento em que foi tão bem recebida por eles: ”Não houve nenhum tipo de estrelismo, muito pelo contrário. Me receberam muito bem, me ajudaram sempre e me fizeram sentir confortável principalmente para filmar as cenas mais quentes”.
Cenas mais quentes? 
“Sim, o nosso desafio foi encontrar um equilíbrio para um casal formado por uma latina e um chinês, um meio termo entre tempestade e calmaria”, conta Julia. 
Quando chegou a hora de gravar o primeiro beijo, o astro chinês perguntou: “Como vocês beijam neste tipo de situação no seu país?”. 
“Mostrei a ele exatamente como fazemos. Acho que o nosso beijo foi bastante convincente!”, contou a Miss Brasil Mundo 2014 com muito bom humor.
Cena do filme

Julia se mudou para a China há quase 3 anos a convite do consultor de imagem venezuelano Alexander Gonzales, quem a preparou para o Miss Mundo. Além de atriz, ela viaja pelo país promovendo 4 marcas que representa como modelo e garota propaganda.
O filme será lançado no Brasil? 
“Ainda não sabemos, mas torço muito para que seja. Foi um trabalho maravilhoso e uma das principais experiências da minha vida. Quero muito que os brasileiros vejam o resultado disso tudo”.
Formada atriz pela escola Nu Espaço, um dos prêmios que ganhou ao vencer o Miss Brasil Mundo, ela conclui: “Antes eu sonhava em ser atriz. Hoje posso dizer que sou uma atriz apaixonada pelo que faz, e tudo isso começou com o título de Miss Brasil Mundo. Estou transbordando de felicidade”.

Julia Gama no Miss Mundo 2014

Comentários

Top 5 de acessos no mês

Nota de falecimento: Rejane Vieira da Costa (Goulart) - Miss Brasil 1972

Hoje o Mundo Miss está de luto. Infelizmente pela manhã recebi, através do grupo do Voy Miss Brasil On Board no Facebook, a notícia do falecimento da MISS BRASIL 1972 - Rejane Vieira (Goulart era seu sobrenome artístico). Confesso que relutei em acreditar que uma das minhas misses  Brasil preferidas tinha partido tão cedo (59 anos) e resolvi esperar uma confirmação oficial para então escrever um post, que veio pelo site oficial do MISS BRASIL. O motivo do falecimento foi um AVC (Acidente Vascular Cerebral) ocorrido durante o período de recuperação de uma cirurgia feita em decorrência de uma trombose. Rejane Vieira era uma unanimidade no Mundo Miss no Brasil, uma das misses mais queridas pela sua impactante beleza e simpatia com os fãs. No MISS UNIVERSO 1972 ela conquistou o 2° lugar, e não vou afirmar que foi injusto pois a australiana Kerry Wells também era uma lindíssima.  A gaúcha  atuou como atriz e participou de algumas novelas de sucesso como Ti Ti Ti (1985), Man

Elizabeth Ferreira da Silva - Miss Brasil Beleza Internacional 1988

 O histórico "Miss Brasil da Ilha Porchat" em 1988 foi vencido pela representante de São Paulo - Elizabeth Ferreira da Silva.  Realizado no município litorâneo de São Vicente, o concurso era muito badalado e recebia grande atenção da imprensa. Valorizava-se muito a beleza física da candidatas, que eram coroadas de biquíni. No concurso Miss International 1988 a brasileira não se classificou no top 15, mas ganhou o prêmio de melhor traje típico.  Elizabeth Ferreira da Silva exemplifica o tipo de beleza valorizada pelos concursos no Brasil naquela década. Fonte: Wikipédia Missmemorabilia Pwiki I am the miss

Lúcia Alexandrino - Miss Brasil Beleza Internacional 1969

Em 1969, o estado de São Paulo elegeu Maria Lúcia Alexandrino dos Santos, como sua representante no Miss Brasil. Lúcia Alexandrino, como ficou conhecida, chegou como favorita ao certame nacional ao lado da catarinense Vera Fischer. Traje típico no MB Seu desfile em traje de noite foi marcante, com destaque na mídia da época. Conquistou o 2º lugar e o direito de representar o país no Miss Beleza Internacional em Tóquio - Japão. A vencedora foi a maravilhosa Vera Fischer. Desfile em traje de noite no MB A belíssima paulista tinha uma missão difícil no certame internacional, tentar o bicampeonato para o Brasil, pois no ano anterior Maria da Glória Carvalho havia vencido o concurso. Classificou-se no top 15 e a vencedora foi Valerie Susan Holmes da Grã Bretanha. Às vésperas do MBI Biografia* Filha de Conceição Alexandrino Santos, Maria Lúcia nasceu no interior do Estado de São Paulo, no município de Lins. Foi namorada do escritor Mário Prata quando encenou a novela Estúpido Cupido. Casou-

Ana Paula Ottani - Miss Brasil Beleza Internacional 1989

 Em 1989 o estado de São Paulo conquistou o bicampeonato no Miss Brasil Beleza Internacional com a bela Ana Paula Ottani. O concurso foi  realizado na lendária Ilha Porchat, no município de São Vicente, litoral paulista. No Miss Beleza Internacional 1989, realizado em Kanazawa - Japão, a brasileira não obteve classificação e a vencedora foi a representante da Alemanha - Iris Klein. Resultado do concurso nacional* Estado Candidata P   São Paulo Ana Paula Ottani   Acre Débora Barth   Mato Grosso Adele Martins *Wikipédia Obs: a foto foi copiada do blog Rainhas da Beleza.

A Miss mais bela do ano de 1961 - Marlene Schmidt

 O ano de 1961 é um dos mais fortes em relação a beleza das vencedoras do Grand-Slam, mas a beleza atemporal da representante da Alemanha no Miss Universo a faz a melhor entre as três. O único título do país no Miss Universo foi conquistado em 15 de julho no Miami Beach Auditorium na popular Miami - Flórida - EUA. Marlene Schmidt - Miss Universo 1961 Biografia*: Schmidt, uma refugiada na Alemanha Ocidental depois de fugir da nativa Alemanha Oriental, loira, de olhos negros, 1, 73 m e 24 anos, era uma engenheira elétrica que trabalhava numa fábrica de rádios por US$54 dólares semanais.  Entrou no concurso estadual de beleza de Baden-Württemberg motivada pelo carro oferecido como prêmio máximo, venceu e além do carro conquistou o direito de representar a região no Miss Alemanha, realizado em Baden-Baden. Marlene venceu o concurso nacional, onde foi considerada uma "figura de Botticelli", e foi para os Estados Unidos representar o país no Miss Universo. Competindo com outras 47