Pular para o conteúdo principal

Laura Lehmann, Patricija Belousova e Karla Aponte: por que elas não avançaram em seus concursos internacionais?

Nos concursos do Big5 ou Grand-Slam sempre há candidatas que são quase uma unanimidade e quando elas não se classificam entre as semifinalistas, ou não avançam nos tops, muitas teorias surgem numa tentativa de explicar o fato.
O Missosology tentou explicar três desses casos em um artigo muito interessante que decidi compartilhar parte dele com vocês.

Laura Lehmann - Miss Filipinas Mundo 2017



"Pela primeira vez desde 2011, a miss Filipinas não foi incluída nas quartas de final da Miss Mundo.
 Laura Lehmann chegou ao Top 40, mas isso não pode ser considerado um resultado positivo. Ela foi uma das vencedoras do prêmio Beleza com Propósito e foi a vencedora do desafio "head-to-head" de seu grupo. Laura Lehmann não era uma candidata mediana. Ela era, de fato, uma forte representante das Filipinas com muita  experiência no mundo dos concursos.
A noite final do Miss Mundo 2017 foi projetada - deliberadamente ou coincidentemente - como uma zombaria para com seus críticos. No ano passado, os fãs filipinos inundaram as redes sociais do Miss Mundo com alegações de que é uma organização impulsionada pelo dinheiro. Bem, a edição de 2017 mostrou na noite final que partes significativas do dinheiro do Miss Mundo foram realmente gastos para ajudar os filipinos mais pobres, que dificilmente podem comer ou ter uma condição de vida decente.
O concurso trouxe a Miss Mundo 2013 -  Megan Young -  para apresentar a final, e ela confessou que era doloroso não ler o nome de Laura Lehmann à medida que o concurso avançava. Imagine a dor que o diretor nacional filipino sentiu como parte do júri.  O Missosology já havia advertido sobre as consequências em relação as birras dos filipinos no ano passado. Se eles tivessem aceitado o resultado,  Laura Lehmann poderia ter entrado no Top 10.
Parece que a organização Miss Mundo riu por último no final."

Patricija Belousova -  Miss Lituânia Internacional 2017



"Ela é talvez a representante da Lituânia mais forte que vimos no concurso Miss International e tinha a seu favor a experiência no Miss Universo 2014.
Patricija Belousova poderia ter sido um sopro de ar fresco para o concurso Miss International. No entanto, devido à obstinação do estilo japonês, o concurso continuou a perseguir seus valores conservadores e tradicionais. Qualquer desvio do que é tradicional parece assustar ou intimidar os organizadores. Esta é a razão pela qual o formato do concurso é de dar sono.
Se Patricia estivesse avançado nas semifinais, ela poderia ter conquistado facilmente a coroa. Mas a beleza dela não é o que os juízes estão procurando. Ela é muito moderna e muito chique para seus gostos. Como dançarina de balé e esportes, Patricia possui talento e sofisticação. Sua beleza é tudo menos prosaica e sua personalidade vibrante quebraria os costumes do Miss International."

Karla Aponte - Miss Porto Rico Terra 2017



"Karla Aponte, de Porto Rico, estava ganhando inúmeros prêmios no Miss Terra 2017, mas, por alguma razão, ela nem era suficientemente boa para Top 16. Ela não era fisicamente atraente? Muito improvável, pois o próprio Miss Terra a classificou como número 1 na competição de traje de banho. Ela não estava ambientalmente inclinada? Bem, sua apresentação do Eco-Vídeo ganhou a medalha de ouro!
Existe uma falha inerente nos critérios do Miss Terra para formar seu  grupo de semifinalistas o mais diverso possível. Idealmente, o top 16,  top 10 ou top 20 deve classificar as melhores entre as melhores e não deve ser formado por áreas geográficas. Mas essa é a direção que muitos concursos estão fazendo, primeiro foi o Miss Mundo, que não deu continuidade. Agora o Miss Universo está fazendo o mesmo.
Esta alocação continental (sistema) é realmente injusto para aquelas mulheres que trabalharam duro e dedicaram um ano de sua vida ao concurso para garantir a classificação.
Este é um claro exemplo de ação afirmativa dentro do concurso por razões políticas. Karla Aponte deveria ter chegado ao Top 8 ou talvez ela pudesse ter sido a primeira Miss Terra de Porto Rico!
Em um resultado bastante controverso, a credibilidade do Miss Terra, de fato, ficou questionável. A exclusão de Karla Aponte entre as semifinalistas apenas agravou o dilema do concurso. Se Karla Aponte tivesse avançado, ela poderia ter se tornado a nova Miss Terra e o concurso poderia ter se salvado da ira dos fãs irritados."

O artigo completo está no link: http://missosology.org/

Comentários

Top 5 de acessos no mês

Nota de falecimento: Rejane Vieira da Costa (Goulart) - Miss Brasil 1972

Hoje o Mundo Miss está de luto. Infelizmente pela manhã recebi, através do grupo do Voy Miss Brasil On Board no Facebook, a notícia do falecimento da MISS BRASIL 1972 - Rejane Vieira (Goulart era seu sobrenome artístico). Confesso que relutei em acreditar que uma das minhas misses  Brasil preferidas tinha partido tão cedo (59 anos) e resolvi esperar uma confirmação oficial para então escrever um post, que veio pelo site oficial do MISS BRASIL. O motivo do falecimento foi um AVC (Acidente Vascular Cerebral) ocorrido durante o período de recuperação de uma cirurgia feita em decorrência de uma trombose. Rejane Vieira era uma unanimidade no Mundo Miss no Brasil, uma das misses mais queridas pela sua impactante beleza e simpatia com os fãs. No MISS UNIVERSO 1972 ela conquistou o 2° lugar, e não vou afirmar que foi injusto pois a australiana Kerry Wells também era uma lindíssima.  A gaúcha  atuou como atriz e participou de algumas novelas de sucesso como Ti Ti Ti (1985), Man

Kátia Nascimento Guimarães - Miss Brasil Beleza Internacional 1985

Kátia Nascimento Guimarães foi a sexta paulista a conquistar o título de Miss Brasil Beleza Internacional em 1985. Ela foi a primeira da "era ilha Porchart" concurso popular na época realizado na ilha homônima da cidade de São Vicente, litoral paulista. Kátia Nascimento Guimarães (ao centro) - MBI 1985 No concurso Miss International 1985, a linda paulista foi top 15. 

Fernanda Bôscolo - Miss Brasil Beleza Internacional 1980

 O 2º lugar no Miss Brasil 1980 deu a oportunidade da lindíssima paulista Fernanda Bôscolo de ser a Miss Brasil Beleza Internacional 1980. Fernanda Bôscolo no MB 1980 (divulgação) O concurso foi realizado no dia 04 de novembro em Tóquio, no Japão. Apesar de  ter uma beleza impactante, a paulista não foi classificada entre as três finalistas, numa edição muito estranha, que sequer teve chamada para semifinalistas. Biografia* Apesar de nascida na capital, Fernanda mudou-se para Santos aos 6 anos de idade, e o primeiro concurso que disputou foi aos 6 anos, o Mini Miss São Paulo, no programa de TV "Almoço com as Estrelas", competindo com mais de 500 crianças. Em 1980, antes de completar 18 anos de idade, e já morando em Santos, foi eleita Rainha das Praias Brasileiras, no Ilha Porchat Clube, e ganhou o direito de representar o país no Miss Tanga Internacional, realizado em Caracas, Venezuela. Mais de quarenta garotas ambicionavam o título, que acabou ficando em suas mãos, tendo s

Júlia Gama é a Miss Brasil 2020

O suspense acabou! Depois de semanas de especulações, o Mundo Miss brasileiro conheceu há pouco, numa transmissão pelo canal da organização U Miss Brasil no Youtube, a representante do país na próxima edição do Miss Universo. A gaúcha Júlia Gama teve seu nome ventilado há algumas semanas como possível indicada, mas por ser a Miss Brasil Mundo 2014, muito descartaram essa possibilidade. Ela se torna ao lado de Adriana Alves de Oliveira, as únicas brasileiras a representarem o Brasil no Miss Universo e no Miss Mundo. Júlia Gama - Miss Brasil 2020 Eu fiquei muito feliz com a indicação, pois ela é linda, inteligente e fala fluentemente espanhol, inglês e mandarim. Sua oratória é perfeita e acredito que isso contará muito ao seu favor no Miss Universo. Parabéns para Júlia Gama pela conquista e a organização pela indicação.  

Lúcia Alexandrino - Miss Brasil Beleza Internacional 1969

Em 1969, o estado de São Paulo elegeu Maria Lúcia Alexandrino dos Santos, como sua representante no Miss Brasil. Lúcia Alexandrino, como ficou conhecida, chegou como favorita ao certame nacional ao lado da catarinense Vera Fischer. Traje típico no MB Seu desfile em traje de noite foi marcante, com destaque na mídia da época. Conquistou o 2º lugar e o direito de representar o país no Miss Beleza Internacional em Tóquio - Japão. A vencedora foi a maravilhosa Vera Fischer. Desfile em traje de noite no MB A belíssima paulista tinha uma missão difícil no certame internacional, tentar o bicampeonato para o Brasil, pois no ano anterior Maria da Glória Carvalho havia vencido o concurso. Classificou-se no top 15 e a vencedora foi Valerie Susan Holmes da Grã Bretanha. Às vésperas do MBI Biografia* Filha de Conceição Alexandrino Santos, Maria Lúcia nasceu no interior do Estado de São Paulo, no município de Lins. Foi namorada do escritor Mário Prata quando encenou a novela Estúpido Cupido. Casou-