Resenha: Miss Grand International 2017

A final do Miss Grand International 2017, realizada em 25 de outubro no Vietnã, reuniu diversos elementos que agradam os fãs dos concursos de miss.
Seguem minhas impressões sobre a final do concurso:

Abertura

A abertura, de início, mostrou a importância das vencedoras anteriores para o concurso, pois todas apareceram. O Vietnã, país anfitrião, foi valorizado nesta e etapa e em outras no decorrer da noite, através de imagens, figurinos e adereços.
O palco tinha um bom tamanho e o painéis projetavam interessantes e belas imagens de ideogramas locais.
A trilha sonora foi o ponto fraco da abertura pois não empolgou a platéia e a coreografia também não. 
O figurino das misses poderia ter sido melhor, já que o vestido era bonito, mas aquelas calças pretas por baixo não ficaram legais.
A apresentação individual das candidatas é algo que tem que acontecer em todos os concursos internacionais, pois este é momento que todas podem aparecer e o Miss Grand International valorizou isso.



Top 20

A chamada para o top foi boa e previsível, pois as favoritas dos fãs entraram, mas faltou emoção. Parecia tudo muito ensaiado e o fato das câmeras não mostrarem as reações das misses é um ponto negativo. Nisso o Miss Universo continua imbatível.

Desfile em traje de banho

O desfile do top 20 em traje de banho foi tecnicamente bom, mas faltou um acessório que acho que acrescenta muito nesta etapa que é a canga. Os biquínis eram bonitos e valorizavam as misses.



 Top 10

O anúncio do top 10, assim como o top anterior, foi carente de emoção. E como não esperaram para que as participantes voltassem para as coxias, havia movimentação pelo palco até a chamada da terceira classificada. Isso é algo que não deve acontecer mais.


Discurso do top 10

Essa é a etapa que dá identidade ao concurso, pois as candidatas discursam sobre o lema do concurso que é "Pare com as guerras". É sempre uma grande emoção.


Despedida da miss reinante

Esse momento é um dos mais emocionantes do concurso. A emoção que a miss reinante Ariska Putri transmitiu foi linda e troca das coroas realizado pelo diretor do concurso Nawat  Itsaragrisil sempre me emociona pois é carregada de significado.





Desfile em traje de noite

Essa etapa do concurso (quando tem né Miss Mundo), o desfile em traje de noite, é sempre lindo de se ver. Eu destaco os trajes das misses Peru, Filipinas e Ucrânia como os melhores, mas todos eram muito belos.



Top 5

O anúncio do top 5 teve a mesma falha dos anteriores (sem registro das reações), mas foi justo. Acredito que uma trilha sonora menos alegre ajudaria muito.

Desfile e pergunta final

Eu inverteria essas etapas e colocaria fone de ouvido das candidatas, pois a pergunta foi a mesma para todas. 

Anúncio do resultado

Até nesse momento as câmeras não registraram as reações das misses e isso é imperdoável. 
Também não gostei da enrolação para o anúncio da do resultado e as câmeras quase perderam a reação da vencedora.



A vencedora

Em postagem anterior eu falei o quanto fiquei feliz com a vitória da Miss Peru e acredito que ela terá um reinado deslumbrante assim como sua antecessora.



Apresentadores

A dupla Nicole Cordoves - Miss Grand Filipinas e 2º lugar no MGI 2016 e o simpático Xian Lim se saíram bem, mas em alguns momento houve um exagero no volume das falas (muito comum em concursos realizados no oriente) e uma certa insegurança.



Público

Os vietnamitas estavam bem desanimados e depois que sua representante não avançou ao top 5, a platéia murchou. Se fosse na Tailândia, Filipinas ou algum país latino a animação seria grande. Vamos aguardar o anúncio do próximo país anfitrião que será divulgado ainda esse ano.

Considerações finais

O Miss Grand International é para mim hoje o 2º melhor concurso de se acompanhar e assistir, ficando atrás somente do Miss Universo. Arrisco dizer que em algumas partes ele até superou o MU, como na valorização das misses anteriores e do país anfitrião. O momento da despedida da miss reinante é único e deixa todos os demais para trás.
Depois de um edição mediana no ano passado em Las Vegas, o concurso voltou a ter uma bela final. Ainda há alguns ajustes que precisam ser feitos, mas no geral o Miss Grand International mostra que ainda é possível fazer um concurso de miss com classe e elegância, sem ser fútil ou enfadonho.
Eu não tenho dúvidas que hoje ele é o 3º melhor concurso internacional e que deverá crescer muito na América Latina.

Top 5


Dados do concurso*

Miss Grand International 2017
Data25 de Outubro de 2017
ApresentaçãoNicole Cordoves e Xian Lim [1]
TransmissãoLet's Viet (VTC9)
Candidatas77
LocalVinpearl Phú Quốc Casino
CidadePhú QuốcVietnã

PosiçãoPaís e Candidata
Vencedora
2º. Lugar
3º. Lugar
4º. Lugar
5º. Lugar
(TOP 10)
Semifinalistas
(TOP 20)
Semifinalistas
  • Brasil Brasil - Caroline Venturini
  • China China - Xuejiao Chen
  • Laos Laos - Chinnaly Norasing

*Wikipédia

Comentários

Postagens recentes