Pular para o conteúdo principal

Resenha: Miss Terra 2015

Ontem, finalmente, assisti o concurso Miss Terra 2015. Até então só havia assistido trechos. Vamos as minhas impressões:

Local: Marx Halle - Viena - Áustria
Data: 05 de dezembro
Nº de candidatas: 86
Vencedora: Miss Filipinas - Angelia Ong

A 15ª edição do concurso Miss Terra trouxe como novidade o país sede, pois foi a primeira vez que o certame foi realizado na Europa e a segunda vez fora das Filipinas (país natal do concurso). Isso já foi um fator positivo pois desde de 2011 isso não ocorria.
O nº de candidatas se manteve na média das últimas edições, mostrando que o prestígio do certame se mantém.

Abertura

A abertura com um vídeo onde candidatas em traje tipico dizem mensagens com conteúdo ecológico é um acerto do concurso, mas juntar  isso à apresentações individuais e dança fez com que essa parte tivesse a duração de quase 20 minutos. É muito tempo!
As candidatas vestiam shorts vermelho e camisa branca e uma presilha muito bonita. Gostei!
Destaque para a participação da Miss Terra 2014 - Jamie Herrell, num lindo vestido branco.

Cenário

O uso de telões é com certeza o padrão para os grandes concurso no presente, pois dá um efeito muito bonito e deve ser bem mais barato do que montar estruturas, além de permitir uma maior quantidade de "cenários".

Apresentadores

O concurso foi apresentado pela treinadora de modelos e apresentadora Joey Mead King , pelo apresentador Oli Pettigrew e pela Miss Terra Áustria 2013 - Katia Vagner. Na minha opinião houve um excesso de informalidade e alegria por parte dos apresentadores. Mas no geral eles foram ok.

Anúncio do top 16

A parte técnica do Miss Terra melhorou e nessa edição foi possível acompanhar um pouco a reação das candidatas. Ainda não é como no Miss Universo, mas já melhorou muito. Nesse momento já é possível perceber a presença dos filipinos no lugar, tamanha a gritaria feita por eles ao ver sua representante ser chamada.

Desfile em traje de banho

Os biquínis eram lindos, mas poderiam ter uma variedade de cores e a trilha sonora funcionou.

Desfile em traje noite

Essa é parte que mais gosto nos concursos e no Miss Terra 2015 foi a melhor. Trajes muito bonitos e música de bom gosto.

Atrações musicais

Dois artistas locais entreteram um público que parecia não estar confortável ali. Pelo menos os que estavam na parte da frente estavam mais preocupados em beber, conversar e usar seus celulares.

Jurados

A única jurada conhecida do Mundo Miss foi a Miss Terra 2001 - Catharina Svensson, os demais eram personalidades ligadas ao mundo da moda, patrocinadores e empresários locais. Infelizmente isso acontece na maioria dos concursos e penso o que os qualifica a julgar esse tipo de competição.

Anúncio do top 08

Esta parte foi muito interessante, pois era perceptível a tensão das candidatas e, novamente, a gritaria dos filipinos tomou conta do local.

Perguntas finais

As 8 finalistas tinham em mãos um envelope com o nome do jurado que ia fazer a pergunta. O conteúdo deles era ligado à questões ecológicas e políticas.
As candidatas que não falavam inglês tiveram um tradutor à sua disposição, algo que, infelizmente, não aconteceu em 2014, prejudicando a representante do Brasil - Letícia Silva.

Anúncio do resultado

Seguiu o padrão dos últimos anos, com quatro finalistas sendo detentoras dos títulos de Miss Terra, Miss Terra-Ar, Miss Terra-Água e Miss Terra-Fogo.
Muita emoção por parte dos filipinos e aprovação das candidatas.

Considerações finais

Essa edição do Miss Terra foi uma das melhores, mas a duração do concurso foi muito longa. As conversas entre os desfiles dos apresentadores pareciam  mais uma enrolação do que algo programado. Gostei deles valorizarem a presença das detentoras dos título do ano passado e dos anos anteriores.
As imagens  das atividades externas do concurso mostraram a preocupação do mesmo com a causa ecológica e acho isso muito importante.
A produção deu um grande salto de qualidade se comparada as edições de 2012 e 2013, mas algumas arestas precisam ser aparadas ainda, como o roteiro que algumas vezes se mostrou falho.
A vitória da filipina Angelia Ong foi incontestável, pois ela foi perfeita em todas as etapas e a considero uma das mais belas detentoras do título nesses 15 anos de história.
A representante do Brasil - Thiessa Sickert -  estava belíssima e mereceu o 4º lugar.
O concurso Miss Terra ainda sofre resistências no Brasil por parte dos fãs do Mundo Miss, que normalmente discordam dos seus resultados. Acredito que muito não se dispõem a assistir o concurso e acabam falando sobre algo que não conhecem.
Eu acompanho o Miss Terra desde 2005 e percebo a evolução do concurso a cada ano, mas acho que algumas situações não deveriam ocorrer como a ausência de intérpretes e locais inapropriados para a final (como os de 2012 e 2013).
Muitos afirmam que o concurso não deveria ser classificado como sendo do Grand-Slam, mas eu discordo. O Miss Terra é um concurso grandioso e que defende de forma prática uma causa nobre, algo que outros "grandes" não o fazem.

Referências:

Site: www.pageantopolis.com
Site: www.wikipedia.org


Para mais informações acesse os sites acima.

                                          

Finalistas do Miss Terra 2015

Final resultsContestant
Miss Earth 2015
Miss Earth – Air 2015
Miss Earth – Water 2015
Miss Earth – Fire 2015
Top 8
Top 16

Comentários

Top 5 de acessos no mês

Nota de falecimento: Rejane Vieira da Costa (Goulart) - Miss Brasil 1972

Hoje o Mundo Miss está de luto. Infelizmente pela manhã recebi, através do grupo do Voy Miss Brasil On Board no Facebook, a notícia do falecimento da MISS BRASIL 1972 - Rejane Vieira (Goulart era seu sobrenome artístico). Confesso que relutei em acreditar que uma das minhas misses  Brasil preferidas tinha partido tão cedo (59 anos) e resolvi esperar uma confirmação oficial para então escrever um post, que veio pelo site oficial do MISS BRASIL. O motivo do falecimento foi um AVC (Acidente Vascular Cerebral) ocorrido durante o período de recuperação de uma cirurgia feita em decorrência de uma trombose. Rejane Vieira era uma unanimidade no Mundo Miss no Brasil, uma das misses mais queridas pela sua impactante beleza e simpatia com os fãs. No MISS UNIVERSO 1972 ela conquistou o 2° lugar, e não vou afirmar que foi injusto pois a australiana Kerry Wells também era uma lindíssima.  A gaúcha  atuou como atriz e participou de algumas novelas de sucesso como Ti Ti Ti (1985), Man

Lúcia Alexandrino - Miss Brasil Beleza Internacional 1969

Em 1969, o estado de São Paulo elegeu Maria Lúcia Alexandrino dos Santos, como sua representante no Miss Brasil. Lúcia Alexandrino, como ficou conhecida, chegou como favorita ao certame nacional ao lado da catarinense Vera Fischer. Traje típico no MB Seu desfile em traje de noite foi marcante, com destaque na mídia da época. Conquistou o 2º lugar e o direito de representar o país no Miss Beleza Internacional em Tóquio - Japão. A vencedora foi a maravilhosa Vera Fischer. Desfile em traje de noite no MB A belíssima paulista tinha uma missão difícil no certame internacional, tentar o bicampeonato para o Brasil, pois no ano anterior Maria da Glória Carvalho havia vencido o concurso. Classificou-se no top 15 e a vencedora foi Valerie Susan Holmes da Grã Bretanha. Às vésperas do MBI Biografia* Filha de Conceição Alexandrino Santos, Maria Lúcia nasceu no interior do Estado de São Paulo, no município de Lins. Foi namorada do escritor Mário Prata quando encenou a novela Estúpido Cupido. Casou-

Elizabeth Ferreira da Silva - Miss Brasil Beleza Internacional 1988

 O histórico "Miss Brasil da Ilha Porchat" em 1988 foi vencido pela representante de São Paulo - Elizabeth Ferreira da Silva.  Realizado no município litorâneo de São Vicente, o concurso era muito badalado e recebia grande atenção da imprensa. Valorizava-se muito a beleza física da candidatas, que eram coroadas de biquíni. No concurso Miss International 1988 a brasileira não se classificou no top 15, mas ganhou o prêmio de melhor traje típico.  Elizabeth Ferreira da Silva exemplifica o tipo de beleza valorizada pelos concursos no Brasil naquela década. Fonte: Wikipédia Missmemorabilia Pwiki I am the miss

Ana Paula Ottani - Miss Brasil Beleza Internacional 1989

 Em 1989 o estado de São Paulo conquistou o bicampeonato no Miss Brasil Beleza Internacional com a bela Ana Paula Ottani. O concurso foi  realizado na lendária Ilha Porchat, no município de São Vicente, litoral paulista. No Miss Beleza Internacional 1989, realizado em Kanazawa - Japão, a brasileira não obteve classificação e a vencedora foi a representante da Alemanha - Iris Klein. Resultado do concurso nacional* Estado Candidata P   São Paulo Ana Paula Ottani   Acre Débora Barth   Mato Grosso Adele Martins *Wikipédia Obs: a foto foi copiada do blog Rainhas da Beleza.

A Miss mais bela do ano de 1954 - Antigone Costanda

É do nordeste do continente africano a miss mais bela do ano de 1954. A egípcia Antigone Costanda venceu o Miss Mundo 1954 realizado em Londres no Lyceum Ballroom e contou com a participação de 18 candidatas. Até o presente é o único título conquistado pelo Egito no concurso. Acho ela muito bonita e sua vitória sinalizou que o concurso estava de portas abertas para belezas do mundo inteiro. No Miss Universo 1954, a estadunidense Miriam Stevenson saiu vitoriosa, ficando em 2º lugar a majestosa Martha Rocha - Miss Brasil 1954. Se a brasileira tivesse vencido, com certeza este post teria outra vencedora. Antigone Costanda - Miss Mundo 1954 Concorrente: Miriam Stevenson - Miss Universo 1954