Pular para o conteúdo principal

Resenha: Miss Mundo Brasil 2016

Na noite do último sábado, dia 25, foi realizado o Miss Mundo Brasil 2016.
Aí vão as minhas impressões sobre o certame:

Data: 25 de junho de 2016
Local: Jurerê Internacional - Florianópolis-SC
Nº de candidatas: 41
Vencedora: Beatrice Fontoura - Miss Mundo Goiás 2016

Esta foi a 10ª edição do concurso capitaneada pelo empresário Henrique Fontes e se mostrou especial desde as eleições estaduais com belíssimas candidatas sendo eleitas/indicadas por todo o Brasil.
A divulgação nas redes sociais durante a semana de confinamento das candidatas foi muito eficiente, deixando os fãs do Mundo Miss informados em tempo real sobre tudo que acontecia em Jurerê Internacional.
Confesso que nunca havia ficado tão ansioso pelo Miss Mundo Brasil como desta vez e torci muito para que a final fosse um belo espetáculo televisivo transmitido pela Record News para todo o Brasil.

Vamos aos pontos positivos e negativos da final:

Positivos:

A final do concurso seguiu o padrão das finais do Miss Mundo nos últimos anos de forma muito coerente, ou seja, nada de desfiles em traje de banho.
Gostei muito da divulgação da pontuação das candidatas e das vencedoras dos desafios. Quem dera que todos os concursos fossem assim.
O fato de cada candidata se apresentar com um traje de noite próprio foi muito interessante e trouxe um frescor aos meus olhos já saturados de ver a "obra" de um certo estilista em outros concursos.
O critério usado no concurso (pontuação cumulativa) na minha opinião é mais justo e mostrou-se eficiente, assim como no Miss Mundo.
As respostas à pergunta final foram muito boas, mostrando que o top 7 fora justo.
A vitória de Beatrice Fontoura foi muito merecida, pois desde o início do certame mostrou-se correta e preparada para o difícil desafio que foi o Miss Mundo Brasil 2016.
Os títulos distribuídos às finalistas foram de extrema valorização à todas.

Negativos:

O espaço escolhido para a final nitidamente não era o ideal. Tive a informação que se tratava do restaurante do hotel Il Campanário. Não funcionou pela TV aquela escadaria me dava arrepios, pois pensava que a qualquer momento alguma miss poderia sair rolando nela.
A transmissão pela TV foi boa, mas aconteceram alguns problemas técnicos que não deveriam acontecer numa grande emissora (ausência de som e vazamento dele). A ausência de um pedestal para o microfone foi absurda.
O público presente no salão estava nitidamente alheio ao que acontecia na pequena passarela e os jurados demonstravam estar incomodados com algo, pois só isso justifica aquelas expressões sisudas o tempo todo.

Considerações finais:

O concurso em sua totalidade foi muito bom, com as divulgações nas redes sociais  e o resultado final.
A final infelizmente ainda ficou a desejar. Esse é um problema que sempre ocorre no Miss Mundo Brasil desde 2006 e a ideia de fazê-lá nas dependências internas de um hotel foi péssima.
Espero que no próximo ano o espaço seja outro, pois a chance de termos a Miss Mundo 2016 presente é enorme, pois acredito na vitória da brasileira em dezembro nos EUA.

Resultado:

PosiçãoCandidata
Miss Mundo Brasil
2º. Lugar
3º. Lugar
4º. Lugar
5º. Lugar
6º. Lugar
7º. Lugar
(TOP 16)
Semifinalistas

Para ver o resultado de todas a etapas acesse: https://pt.wikipedia.org/wiki/Miss_Mundo_Brasil_2016

Finalistas do MMB 2016





Comentários

Top 5 de acessos no mês

Lúcia Alexandrino - Miss Brasil Beleza Internacional 1969

Em 1969, o estado de São Paulo elegeu Maria Lúcia Alexandrino dos Santos, como sua representante no Miss Brasil. Lúcia Alexandrino, como ficou conhecida, chegou como favorita ao certame nacional ao lado da catarinense Vera Fischer. Traje típico no MB Seu desfile em traje de noite foi marcante, com destaque na mídia da época. Conquistou o 2º lugar e o direito de representar o país no Miss Beleza Internacional em Tóquio - Japão. A vencedora foi a maravilhosa Vera Fischer. Desfile em traje de noite no MB A belíssima paulista tinha uma missão difícil no certame internacional, tentar o bicampeonato para o Brasil, pois no ano anterior Maria da Glória Carvalho havia vencido o concurso. Classificou-se no top 15 e a vencedora foi Valerie Susan Holmes da Grã Bretanha. Às vésperas do MBI Biografia* Filha de Conceição Alexandrino Santos, Maria Lúcia nasceu no interior do Estado de São Paulo, no município de Lins. Foi namorada do escritor Mário Prata quando encenou a novela Estúpido Cupido. Casou-

Nota de falecimento: Rejane Vieira da Costa (Goulart) - Miss Brasil 1972

Hoje o Mundo Miss está de luto. Infelizmente pela manhã recebi, através do grupo do Voy Miss Brasil On Board no Facebook, a notícia do falecimento da MISS BRASIL 1972 - Rejane Vieira (Goulart era seu sobrenome artístico). Confesso que relutei em acreditar que uma das minhas misses  Brasil preferidas tinha partido tão cedo (59 anos) e resolvi esperar uma confirmação oficial para então escrever um post, que veio pelo site oficial do MISS BRASIL. O motivo do falecimento foi um AVC (Acidente Vascular Cerebral) ocorrido durante o período de recuperação de uma cirurgia feita em decorrência de uma trombose. Rejane Vieira era uma unanimidade no Mundo Miss no Brasil, uma das misses mais queridas pela sua impactante beleza e simpatia com os fãs. No MISS UNIVERSO 1972 ela conquistou o 2° lugar, e não vou afirmar que foi injusto pois a australiana Kerry Wells também era uma lindíssima.  A gaúcha  atuou como atriz e participou de algumas novelas de sucesso como Ti Ti Ti (1985), Man

Elizabeth Ferreira da Silva - Miss Brasil Beleza Internacional 1988

 O histórico "Miss Brasil da Ilha Porchat" em 1988 foi vencido pela representante de São Paulo - Elizabeth Ferreira da Silva.  Realizado no município litorâneo de São Vicente, o concurso era muito badalado e recebia grande atenção da imprensa. Valorizava-se muito a beleza física da candidatas, que eram coroadas de biquíni. No concurso Miss International 1988 a brasileira não se classificou no top 15, mas ganhou o prêmio de melhor traje típico.  Elizabeth Ferreira da Silva exemplifica o tipo de beleza valorizada pelos concursos no Brasil naquela década. Fonte: Wikipédia Missmemorabilia Pwiki I am the miss

Ana Paula Ottani - Miss Brasil Beleza Internacional 1989

 Em 1989 o estado de São Paulo conquistou o bicampeonato no Miss Brasil Beleza Internacional com a bela Ana Paula Ottani. O concurso foi  realizado na lendária Ilha Porchat, no município de São Vicente, litoral paulista. No Miss Beleza Internacional 1989, realizado em Kanazawa - Japão, a brasileira não obteve classificação e a vencedora foi a representante da Alemanha - Iris Klein. Resultado do concurso nacional* Estado Candidata P   São Paulo Ana Paula Ottani   Acre Débora Barth   Mato Grosso Adele Martins *Wikipédia Obs: a foto foi copiada do blog Rainhas da Beleza.

A Miss mais bela do ano de 1954 - Antigone Costanda

É do nordeste do continente africano a miss mais bela do ano de 1954. A egípcia Antigone Costanda venceu o Miss Mundo 1954 realizado em Londres no Lyceum Ballroom e contou com a participação de 18 candidatas. Até o presente é o único título conquistado pelo Egito no concurso. Acho ela muito bonita e sua vitória sinalizou que o concurso estava de portas abertas para belezas do mundo inteiro. No Miss Universo 1954, a estadunidense Miriam Stevenson saiu vitoriosa, ficando em 2º lugar a majestosa Martha Rocha - Miss Brasil 1954. Se a brasileira tivesse vencido, com certeza este post teria outra vencedora. Antigone Costanda - Miss Mundo 1954 Concorrente: Miriam Stevenson - Miss Universo 1954